Mulher se irrita com falta de médico e coloca fogo em atendente

Rapaz conseguiu se livrar das chamas, mas mesa, cadeira, telefone e computador focaram queimados. Acusada foi presa em flagrante

Rene Moreira, Especial para o Estado

21 Fevereiro 2014 | 19h39

FRANCA - Irritada com a falta de médicos, uma paciente ateou fogo nesta sexta-feira (21) em um atendente da Secretaria Municipal de Saúde em São José da Bela Vista (SP).

Ela teria se descontrolado após não conseguir agendar uma consulta. A mulher teria ido até a sua casa, pegado um frasco com álcool e retornardo. Teria, então, jogado a substância na mesa e acendido fogo, que se espalhou rapidamente.

Chamas atingiram o atendente, mas ele conseguiu se livrar. Computador, telefone, cadeira, mesa e outros objetos foram queimados. Peritos estiveram no local e a secretaria foi fechada.

Policiais militares chegaram a tempo de deter a mulher em flagrante. Ela foi autuada por dano, ameaça e tentativa de homicídio. Em seguida, foi mandada para o Presídio Feminino de Franca (SP).

Mais conteúdo sobre:
Fogomédicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.