Mulher que se passou por homem em roubo a residência é indiciada em SP

Presa e comparsa roubaram imóvel em maio do ano passado na zona leste da capital

estadão.com.br,

29 de fevereiro de 2012 | 17h56

SÃO PAULO - Uma mulher foi indiciada por envolvimento no roubo a uma residência em maio do ano passado na Vila Marieta, zona leste de São Paulo. Ela foi reconhecida nesta quarta-feira, 29.

Segundo o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), as vítimas relataram a ação de dois rapazes. O esclarecimento do caso teve início durante investigações sobre um grupo envolvido em ataques a caminhões com cargas, momento em que o comerciante Diego de Oliveira Araújo, de 24 anos, foi preso com munições para fuzis e revólver. A prisão aconteceu em janeiro deste ano.

A apuração permitiu relacionar Araújo no roubo, mas havia dificuldade em identificar o violento parceiro do comerciante. Os policiais descobriram que a sapateira Queli Regiane Bezerra dos Santos, de 26 anos, presa em junho do ano passado por roubo, seria o outro "rapaz" apontado como violento pelas vítimas.

Os policiais vão apurar outros crimes onde Queli pode ter atuado utilizando o disfarce de homem.

Mais conteúdo sobre:
rouboSão PauloDeic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.