Mulher passa mal e morre em frente a AME de Taboão da Serra-SP

Célia Maria Gamarano, de 56 anos, sofreu uma parada cardiorrespiratória

Gabriela Vieira, Agência Estado

04 de abril de 2013 | 14h01

Um mulher, de 56 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (3) enquanto caminhava em frente ao Ambulatório Médico de Especialidades(AME) de Taboão da Serra, grande São Paulo. Célia Maria Gamarano andava pela rua quando passou mal e foi socorrida inicialmente por seu marido, Valdemir Honório de Oliveira.

Célia foi levada ao AME, onde o serviço médico constatou uma parada cardiorrespiratória e iniciou manobras de reanimação. No entanto, ela não resistiu. Oliveira disse, no boletim de ocorrência, que sua mulher já havia reclamado de dores nas costas e estava com a pressão alta. Ainda de acordo com o marido, Célia tinha consulta marcada com um cardiologista para a próxima sexta-feira (5). O caso foi registrado na 1.ª DP de Taboão da Serra como morte natural.

Mais conteúdo sobre:
morteAME

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.