ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Mulher ouve choro e acha recém-nascido dentro de mochila em mata de Mongaguá

Acionada, a Polícia Militar resgatou o bebê do sexo masculino que já estava com hipotermia, causada pela exposição ao frio. A criança está internada em uma UTI pediátrica, em estado estável

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2021 | 23h02

SOROCABA - Um recém-nascido foi encontrado dentro de uma mochila, em meio a um matagal, na noite desta quinta-feira, 6, em Mongaguá, litoral sul de São Paulo. Uma moradora que passava pelo local ouviu o choro vindo da mata e encontrou a mochila. Acionada, a Polícia Militar resgatou o bebê do sexo masculino que já estava com hipotermia, causada pela exposição ao frio. A criança ainda estava com o cordão umbilical.

A moradora, que é estudante, voltava para casa quando ouviu o choro fraco de um bebê vindo da mata. Após encontrar a mochila em local de difícil acesso, ela pediu ajuda a outros moradores que viram tratar-se de algo vivo, dentro de uma sacola de pano, no interior da mochila. Um vídeo gravado no local mostra os moradores em dúvida sobre o conteúdo da sacola. “É uma criança ou um cachorro?”, pergunta um morador. Em seguida aparecem as perninhas do bebê e eles chamam a polícia.

Os policiais militares levaram o bebê a um hospital da cidade, onde ele recebeu os primeiros atendimentos e foi transferido para o Hospital Regional de Itanhaém. Nesta sexta-feira, 7, a criança estava internada na UTI pediátrica do hospital, em estado estável. O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. A Polícia Civil de Mongaguá, onde a ocorrência foi registrada como abandono de incapaz, tenta identificar e localizar a mãe do bebê.

Tudo o que sabemos sobre:
Polícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.