José Patrício/AE
José Patrício/AE

Mulher morre em deslizamento de terra na Rodovia dos Imigrantes

Detritos que rolaram da encosta atingiram 23 veículos e uma carreta, segundo concessionária

Caio do Valle e Tiago Dantas - O Estado de S.Paulo / Atualizado à 00h30,

22 de fevereiro de 2013 | 22h21

Uma mulher morreu vítima do deslizamento de terra após a queda de uma barreira na altura do km 52 da Rodovia dos Imigrantes no fim da tarde desta sexta-feira, 22, na entrada de um túnel sentido São Paulo, informou a concessionária Ecovias. 23 veículos e uma carreta foram atingidos pelos detritos que rolaram da encosta.

A concessionária informou ainda que o Sistema Anchieta-Imigrantes tem pontos de bloqueio total e parcial. Segundo a Ecovias, em duas horas choveu de 100 a 150 milímetros no fim da tarde, quatro vezes acima da média diária de janeiro e fevereiro.

O desmoronamento nas pistas sentido São Paulo das duas rodovias ocorreu por volta das 17h.

Deslizamentos. A concessionária informou que a Imigrantes, sentido capital, permanece interditada por conta da queda de barreira no km 52, em Cubatão. À 00h20, havia congestionamento também no sentido litoral, do km 38 ao 65.

Segundo a Ecovias, houve queda de barreiras nos quilômetros 46, 49 e 51, no sentido capital, e 51, no sentido oposto na Via Anchieta. Estes pontos da rodovia chegaram a ficar interditados, mas duas pistas já foram liberadas - uma no sentido Litoral e outra no sentido capital no trecho de serra. À 00h20, havia congestionamento do km 35 ao km 65 sentido litoral e do km 46 ao km 65 sentido Capital.

Limpeza. Equipes da área de tráfego e engenharia da Ecovias estão no local, com equipamentos para realizar a limpeza da pista. A concessionária recomenda que motoristas evitem o Sistema Anchieta-Imigrantes no momento.

Tudo o que sabemos sobre:
Deslizamento de terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.