Mulher morre após ser baleada na cabeça na zona sul de São Paulo

Vítima foi encontrada caída na Avenida Cupecê, no bairro cidade Cidade Ademar

Bruno Ribeiro , O Estado de S. Paulo

14 Abril 2014 | 08h52

(Atualizado às 11h57)

SÃO PAULO - A dona de casa Wanderleia da Silva, de 38 anos, morreu depois de ser atingida por um tiro na nuca na Avenida Cupecê, altura do 4.800, em Cidade Ademar, zona sul de São Paulo. A polícia registrou o caso como homicídio. O crime ocorreu às 22h30 deste domingo, 13.

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, Wanderleia tinha saído de uma igreja com a família. Ela e o filho de cinco meses pegaram uma carona com um primo, enquanto o marido da vítima seguiu o carro de moto. Ao chegar em casa, segundo declaração do marido à polícia, ele seguiu de moto em direção a uma pizzaria. Foi quando ele ouviu barulho de um disparo e viu quatro homens correndo.

O Resgate constatou a morte de Wanderleia no próprio local. A secretaria informou ainda que, após o crime, um Fiat Siena estacionou no local do crime. Um casal desceu do veículo e pegou objetos do chão -- a secretaria não soube informar o que eram. Em seguida, o carro foi embora.

O caso foi registrado no 98º Distrito Policial (Jardim Miriam). Mas as investigações ficarão a cargo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.