Mulher morre após ser baleada em suposta tentativa de assalto

Dupla foi tentar roubar bolsa da vítima, que se recusou a dar e acabou sendo atingida por dois tiros na cabeça

Elvis Pereira, estadao.com.br

05 Fevereiro 2009 | 19h40

A mulher atingida por dois disparos na cabeça nesta quinta-feira, 2, em uma suposta tentativa de assalto no Alto de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, morreu às 18h10. Segundo o Hospital Panamericano, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória durante a cirurgia a que era submetida desde as 15h30. Os médicos tentaram reanimá-la, mas não obtiveram sucesso.   Veja também: Tiroteio deixa um morto e ao menos 5 feridos na zona sul de SP   O crime ocorreu por volta das 14 horas. Dois homens numa motocicleta azul abordaram a vítima na Rua Antônio de Gouveia Giudice. O que estava na garupa agarrou a bolsa dela, mas a mulher teria se recusado a soltá-la. O criminoso atirou e, em seguida, a dupla fugiu em direção à Marginal do Pinheiros.   A Guarda Civil Metropolitana levou a mulher ao hospital, onde ela deu entrada às 14h30. Uma hora depois, os médicos decidiram submetê-la a uma neurocirurgia. Quatro testemunhas foram ouvidas no 14.º Distrito Policial, de Pinheiros. Como os bandidos levaram a bolsa da vítima, ela não foi identificada. De acordo com a SSP e o hospital, a mulher tem cerca de 1,60 metro de altura, é jovem, magra e loura. Até esta noite, ninguém havia sido preso.   Atualizado às 20h56 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.