Mulher em trabalho de parto é resgatada pela PM

Uma mulher de 25 anos estava a caminho do hospital, já em trabalho de parto, quando a chuva parou a cidade. Antes das 16h, quatro faixas da Marginal do Pinheiros ficaram alagadas próximo do Cebolão, no sentido Marginal do Tietê. No congestionamento, a bolsa rompeu. O bebê, um menino, não queria esperar para nascer. Os bombeiros foram acionados pelo marido da jovem e por motoristas que estavam no local. O helicóptero Águia da PM fez o resgate. A mãe foi levada para o Hospital São Camilo, na zona oeste da capital.

Cristiane Bomfim, O Estado de S.Paulo

28 Fevereiro 2011 | 00h00

"Fomos acionados às 16h05 pela Central de Operações dos Bombeiros porque eles não conseguiam chegar ao local", explica o 1.º tenente da Polícia Militar Rui Paulo Galletti. Dez minutos depois, a aeronave pousava na Marginal. O terceiro e último resgate do dia durou 20 minutos.

"Ela estava tranquila, conversou com a gente, disse que era um menino e que estava indo para o São Camilo, por isso a levamos para lá", explica o tenente. "É muito gratificante quando tudo acaba bem, ainda mais em um dia com a visibilidade baixa." A mulher ainda estava em trabalho de parto às 23 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.