Mulher é vítima de abuso sexual durante roubo na Vila Olímpia

Criminoso, que foi preso, rendeu jovens após atirar pedra no carro delas na Vila Olímpia. Vítima foi obrigada a fazer sexo oral

O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2011 | 03h02

Armado com uma faca, Carlos Alexandre Cavalcante de Santana, de 38 anos, abusou sexualmente de uma mulher de 23 anos durante um roubo seguido de sequestro relâmpago. A jovem e uma amiga da mesma idade foram assaltadas na Vila Olímpia, zona sul de São Paulo. Santana foi preso ontem de madrugada, após o carro em que estava com as reféns se envolver em um acidente em Cidade Ademar, zona sul, quando era perseguido por uma moto da Polícia Militar.

As duas amigas foram sequestradas por Santana pouco depois de entrarem no carro, estacionado na Rua Baluarte, na Vila Olímpia. O criminoso usou uma pedra para estourar o vidro do veículo, um Fox preto, e em seguida anunciou o assalto, ameaçando as vítimas com a faca.

No percurso, a dona do Fox, uma estagiária, foi obrigada a pular para o banco traseiro e, depois, a tirar parte da roupa. A vítima teve de fazer sexo oral no assaltante, enquanto ele passava a mão por seu corpo e ameaçava a outra refém, que dirigia o carro.

Ao passar por dois PMs em uma moto, uma das reféns fez um sinal que fez os policiais perseguirem o veículo. Quando o policial pediu para a condutora estacionar, Santana exigiu que ela desse marcha à ré para fugir. Os dois soldados começaram a perseguir o Fox, que bateu em um poste. O ladrão tentou fugir, mas tropeçou e foi preso.

"As vítimas começaram a chorar ao perceber que estavam livres. A garota que sofreu o abuso estava passando mal, com ânsia de vômito", relata o soldado da PM Alexandre Faria.

Carlos Santana foi indiciado por roubo e estupro. Até as 23 horas de ontem, ele ainda não tinha constituído advogado. De acordo com a polícia, o acusado já tinha passagens por roubo, furto e estupro. / GIO MENDES, PEDRO DA ROCHA e RICARDO VALOTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.