Mulher é presa por atear fogo em corpo de ex-namorado em Sorocaba

Vizinhos escutaram gritos do homem e ligaram para a polícia, que chegou enquanto crime ocorria

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2011 | 16h52

SOROCABA - A manicure Rosemeire Santos, de 37 anos, foi presa na madrugada desta segunda-feira, 29, depois de jogar gasolina e atear fogo no corpo do ex-namorado, em Sorocaba, a 92 km de São Paulo. A vítima, M.C.S., de 38 anos, teve 80% do corpo queimados e foi internada em estado grave no Hospital Regional.

 

O ataque ocorreu na casa do rapaz, no bairro Casa Branca, zona norte da cidade. Vizinhos ouviram os gritos do homem pedindo ajuda e avisaram a Polícia Militar.

 

Quando os policiais invadiram a casa, flagraram a mulher derramando o combustível de uma garrafa PET sobre o corpo da vítima. M. estava caído no chão, com as roupas queimadas, e se arrastava pedindo socorro.

 

Rosimeire recebeu voz de prisão, foi levada ao plantão policial e indiciada por tentativa de homicídio. Logo depois, foi transferida para a Cadeia Feminina de Votorantim. A mulher negou-se a falar sobre os motivos da agressão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.