Polícia Militar Rodoviária
Polícia Militar Rodoviária

Mulher é presa com quase 1 kg de cocaína na genitália na Raposo

Segundo a polícia, suspeita apresentou nervosismo durante fiscalização e tinha dificuldade para andar; outra foi detida

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

27 Novembro 2017 | 17h17
Atualizado 27 Novembro 2017 | 17h56

SÃO PAULO - Duas mulheres foram presas por tráfico de drogas em Presidente Epitácio, no interior de São Paulo, durante uma abordagem da Polícia Militar Rodoviária a um ônibus que trafegava pela Rodovia Raposo Tavares no sábado, 25. Uma delas escondia 986 gramas de cocaína em sua genitália.

+++ Estudo revela cocaína no mar da baía de Santos

Segundo a polícia, policiais militares pararam um coletivo que realizava o itinerário entre Ponta Porá, em Mato Grosso do Sul, e a capital paulista. Durante a fiscalização, as duas suspeitas apresentaram nervosismo e deram informações desencontradas sobre a viagem.

+++ Receita Federal apreende 935 kg de cocaína no Porto de Santos

Quando as duas desceram do ônibus, os policiais perceberam que uma delas andava com dificuldade e que tentava se desvincular de um invólucro que carregava nas partes íntimas. Ainda de acordo com a polícia, foi solicitada a presença de uma policial, que revistou a suspeita e encontrou mais dois pacotes que continham cocaína.

+++ Ex-assessor de política boliviana é preso com quase 100 kg de cocaína em SP

A mulher afirmou aos policiais que foi contratada pela parceira de viagem para transportar a droga da cidade sul-mato-grossense até Martinópolis, no interior de São Paulo, e que receberia R$ 800 pelo serviço.

A dupla recebeu voz de prisão e foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Presidente Epitácio, onde permanece à disposição da Justiça.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.