Mulher é mantida refém pelo ex-marido desde as 11 horas em Araçatuba-SP

Guarda municipal ameaça colocar fogo na vítima; policiais do Gate negociam a libertação

Marília Lopes - Central de Notícias,

01 Dezembro 2010 | 19h24

SÃO PAULO - Uma mulher é mantida refém pelo ex-marido desde o final da manhã desta quarta-feira, 1, no Centro de Especialidades Odontológicas da Prefeitura de Araçatuba, interior de São Paulo.

 

Segundo a Polícia Militar, o ex-guarda municipal invadiu o local, por volta das 11 horas da manhã, com duas garrafas de combustível e ameaçando colocar fogo em sua ex-mulher. A clínica foi esvaziada e apenas os dois permanecem no local.

 

Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) negociam a libertação da vítima. A PM e o Corpo de Bombeiros também estão no local e o quarteirão onde a clínica está localizada foi interditado.

Mais conteúdo sobre:
Araçatuba sequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.