Mulher é feita refém em shopping da zona leste de São Paulo

Homem com uma faca rendeu a vítima por volta das 15h45 no Shopping Metrô Tatuapé; ela foi liberada depois de uma hora

O Estado de S. Paulo

11 Junho 2015 | 17h19

Atualizada às 18h26

SÃO PAULO - Um mulher foi feita refém por cerca de uma hora na tarde desta quinta-feira, 11, na praça de alimentação do shopping Metrô Tatuapé, na zona leste da capital. Segunda a Polícia Militar, um homem entrou no centro comercial , foi a um restaurante da rede Vivenda do Camarão, onde fez ameaças. Portando uma faca, ele fez a mulher refém às 15h44.

A polícia foi acionada por clientes do shopping. Houve correria, porque as pessoas acharam que estava ocorrendo um arrastão. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e os bombeiros também foram chamados.

Pelas redes sociais, alguns frequentadores relataram a ocorrência. Fotos publicadas mostram o homem com uma faca no pescoço da refém. "Praça isolada, policiamento no local!", relatou Leandro Silva pelo Twitter. "E mais uma tarde tranquila em SP com um assalto no shopping", disse Ana Santana, pelo Twitter.

Parte da praça de alimentação foi evacuada e as negociações terminaram por volta das 16h40. Segundo a polícia, há suspeita de que o homem seja um ex-funcionário do restaurante, mas a rede de restaurantes nega. A vítima não se feriu e o caso foi encaminhado para o 30º DP (Tatuapé). 

A assessoria de imprensa da PM não soube informar se o homem se entregou ou foi rendido. Em nota, o shopping informou que a vítima foi atendida pela equipe médica presente no local. O estabelecimento disse ainda que "continuará contribuindo com as autoridades durante as investigações". 

Mais conteúdo sobre:
Shopping Metrô Tatuapé violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.