ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Mulher é encontrada morta em córrego de Ferraz de Vasconcelos após chuva

Defesa Civil diz que vítima foi carregada por enxurrada; outro desaparecimento na região está sob apuração. Chuva atingiu com forte intensidade a região da Grande São Paulo nesta quarta

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2020 | 23h54

SÃO PAULO - Uma mulher de 34 anos foi encontrada morta no leito do Córrego Ribeirão Itaim, em Ferraz de Vasconcelos, na noite desta quarta-feira, 8. Segundo a Defesa Civil da cidade, ela teria sido carregada por uma enxurrada causada pela forte chuva que atingiu a cidade da região metropolitana de São Paulo nesta quarta. A prefeitura apura se há outro desaparecimento ligado ao temporal. 

Na zona leste de São Paulo, as buscas dos bombeiros por outra pessoa desaparecida foi interrompida em razão das fortes chuvas. Desde a terça-feira, 7, uma mulher desapareceu e teria sido levada pelas águas para um piscinão próximo às avenidas Bento Guelfi e Ragueb Chohfi. A corporação deverá avaliar a retomada da operação nesta quinta-feira, 9. 

De acordo com balanço do Corpo de Bombeiros, a chuva desta quarta causou 111 enchentes e inundações, 30 desabamentos e 69 quedas de árvore na Grande São Paulo. Na previsão do CGE, a quinta-feira, 9, terá muitas nuvens, aberturas de sol e pancadas de chuva entre a tarde e a noite. "As precipitações virão acompanhadas de rajadas de vento e descargas elétricas. Os termômetros oscilam entre 20°C e 29°C."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.