Mulher de 79 anos é assassinada a marteladas no interior de SP

Os principais suspeitos de cometer o assassinato eram conhecidos da vítima; eles estão presos

Brás Henrique, O Estado de S. Paulo

12 de fevereiro de 2008 | 15h56

A aposentada Laércia da Silveira Felício, de 79 anos, foi assassinada a marteladas, dentro da própria residência, na madrugada de segunda-feira, 11, no centro de São José da Bela Vista, na região de Ribeirão Preto. Os suspeitos de serem autores do crime eram conhecidos da vítima: o lavrador Edivaldo Ferreira dos Santos, o "Gato Seco", de 37 anos, e Dagiane Nascimento, de 24.  Santos foi criado por Laércia e Dagiane foi casada com um neto dela. A dupla pensava em furtar o dinheiro da aposentadoria e de aluguéis de dois imóveis de Laércia, mas ela os viu e Santos desferiu vários golpes de martelo em sua cabeça. O corpo só foi descoberto no início da noite por um dos netos.  A polícia deteve os dois criminosos, que acompanhavam a retirada do corpo da vítima no meio de vários populares. Na delegacia, Santos negou o crime, mas Dagiane confessou e deu detalhes. Cerca de R$ 1 mil teriam sido levados da idosa. Ambos estão presos por latrocínio.

Tudo o que sabemos sobre:
criminalidadeaposentada assassinada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.