Cidade da Criança de São Bernardo do Campo
Cidade da Criança de São Bernardo do Campo

Mulher morre após cair de brinquedo na Cidade da Criança, no ABC

Vítima sofreu acidente em montanha-russa infantil que chega à altura máxima de 5 metros em São Bernardo

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2019 | 15h45
Atualizado 02 de agosto de 2019 | 12h57

SÃO PAULO - Uma mulher de 40 anos morreu após cair de um brinquedo que chega à altura máxima de cinco metros no parque de diversões Cidade da Criança, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, na manhã desta quarta-feira, 24. Ela estava acompanhada de sua filha de 6 anos, que não se feriu.

A Polícia Miliar informou que o caso aconteceu por volta das 11 horas, no parque localizado na Rua Tasman. O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para socorrer a vítima.

Os bombeiros prestaram os primeiros atendimentos, e a mulher foi levada pelo Samu ao pronto-socorro do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, também no ABC. A morte foi confirmada no início da tarde.

O brinquedo do qual a mulher caiu se chama Brocumela e é uma montanha-russa de pequeno porte voltada para crianças. A PM afirmou que o local do acidente foi interditado para a realização da perícia.

A Cidade da Criança, em nota, expressou solidariedade aos familiares da vítima e informou que aguarda os laudos periciais e médicos para que o caso “seja completamente esclarecido”. “O Parque Cidade da Criança ressalta que o socorro médico foi prestado imediatamente à vítima, que foi transportada até um hospital pelo Samu”, afirmou. 

De acordo com o parque de diversões, este foi o primeiro incidente registrado no local em seus mais de 50 anos de funcionamento.

“O parque preza e sempre prezou pela segurança de seus visitantes, com um rígido calendário de manutenção e avaliação das condições de funcionamento dos brinquedos”, declarou. “O Cidade da Criança reitera este compromisso e está à disposição das autoridades.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.