Google Street View
Google Street View

Mulher atira contra o marido e mata amiga durante festa no litoral de SP

Casal estava brigando quando mulher sacou a arma e acabou atingindo jovem de 22 anos; caso ocorreu em Mongaguá

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

29 Outubro 2017 | 20h51

SOROCABA - A jovem Andressa Silva Gouveia, de 22 anos, foi morta com um tiro durante uma briga de um casal de amigos, na noite deste sábado, 28, em Mongaguá, litoral sul do Estado de São Paulo. A autora do disparo, Zilma Rodrigues do Amaral, de 38 anos, fugiu após o crime. De acordo com testemunhas, Zilma brigava com o marido Alexandre Antonio dos Santos, da mesma idade, quando atirou contra ele, mas acertou a amiga. A jovem foi socorrida, mas não resistiu.

Conforme o registro na Polícia Civil, o casal e a amiga, moradores de Diadema, na Região Metropolitana de São Paulo, passavam o fim de semana em uma casa alugada no Balneário Vila Seabra, na cidade do litoral, junto com outros casais. No momento do crime, eles estavam à beira da piscina, na área de lazer do imóvel, quando o casal passou a discutir de forma acirrada. Em dado momento, a mulher tirou a arma de uma bolsa e fez o disparo na direção do marido, acertando a jovem, que estava sentada em uma cadeira, à beira da piscina.

++ Veja mapa da criminalidade em São Paulo

Assim que a mulher atirou, um dos homens que estavam no local desarmou a mulher. Enquanto as pessoas que estavam na casa chamavam a polícia, a autora do disparo fugiu. Andressa recebeu o tiro no peito e foi levada para o Pronto Socorro de Mongaguá, mas não resistiu. O corpo foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande. Conforme as testemunhas, o casal estava junto havia 12 anos e tinha uma filha, mas já havia registrado outras brigas durante festas e eventos com amigos. Nesta segunda-feira, 30, caso a autora do disparo não se apresente, a Polícia Civil pedirá sua prisão preventiva.

 

Mais conteúdo sobre:
Mongaguá [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.