Muita calma nessa hora!

A boa notícia é que Lula chegou ontem a Seul falando fino: "É melhor dialogar do que brigar", "o G-20 não é cada um por si e Deus por todos" - paz e amor total. Melhor assim! Dilma Rousseff, depois que passou uns dias na Bahia, também parou de lembrar a toda hora que a última grande disputa cambial "deu na Segunda Guerra Mundial". Falta ainda o Celso Amorim colocar um sossega-leão qualquer no cafezinho do Guido Mantega antes das reuniões decisivas de hoje na cúpula das 20 maiores economias do mundo.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2010 | 00h00

A calma aparente no desembarque da tropa brasileira na Coreia do Sul é, pelo visto, tônica global de última hora entre os caciques do debate - prenúncio de espíritos desarmados na tal "guerra cambial". É por aí! Ninguém sai da pindaíba no grito, por mais que, nessas horas, puxar a brasa pra sua sardinha dê votos a quem esperneia.

Melhor pensar que vamos sobreviver sem precisar jogar o outro pra fora do barco - espreme que dá! O cobertor está curto pra todos. Não é hora de falar grosso com ninguém. Tomara que o Marco Aurélio Garcia não esteja na delegação brasileira em Seul, né?

Antes só!

A notícia de que Francis Ford Coppola (foto) vem ao Brasil no fim do mês mobilizou amigos de Guilherme Fontes. Não é de hoje que o cineasta não é boa companhia para o ator. Toda vez que eles se encontram sabe quem paga o pato, né?

Ponto G-20

"O câmbio flutuante é uma conquista!"

MIRIAM LEITÃO, NO BOM DIA BRASIL DE ONTEM, INAUGURANDO AQUI A SÉRIE AFINAL, O QUE QUEREM AS MULHERES?

Previsão do tempo

É grande a expectativa na Serra Gaúcha para um fim de ano diferente. Lula teria prometido a hoteleiros da região neve para o Natal. Parece que vai rolar!

Cantada colonial

E esse papo mole do Obama pra cima da Índia, hein?! Quando chegou por aqui, Pedro Álvares Cabral também veio com essa mesma conversa mole de "assento permanente" pra cima das nossas índias. E olha que na época nem havia ONU!

Munição

Os economistas precisam, urgentemente, explicar melhor ao povo o problema cambial. Antes que o brasileiro comece a quebrar o cofrinho dos filhos com a justificativa de que é preciso se preparar para a tal "guerra das moedas".

A maldição dos exames

Prova que Tiririca prestou ontem em fórum de São Paulo pode ser cancelada. Parece que o ditado vazou na internet! O palhaço passou no teste.

Combate à sombra

Por essa, o crime organizado não esperava: as chuvas de ontem no Rio praticamente inviabilizaram as ações de incêndios contra automóveis, nova modalidade de violência na Cidade Maravilhosa.

Mal comparando

A julgar pela violência estudantil nas ruas de Londres, o Enem da Grã-Bretanha é pior que o nosso! Ou não!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.