MTST faz passeata na região central de SP

Ato tem cerca de 2 mil pessoas, segundo a PM; movimento pede moradia popular e auxílio em caso de reintegração de posse

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

11 Dezembro 2013 | 10h55

Atualizado às 11h50.

SÃO PAULO - Uma passeata do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) teve início por volta das 10h15 desta quarta-feira, 11, na Avenida Paulista, na região central de São Paulo. A via ficou totalmente bloqueada no sentido Consolação até as 10h50, quando os manifestantes acessaram a própria Consolação no sentido centro. Às 11h44, o grupo chegou à sede da Prefeitura, que estava com os portões fechados, e soltou rojões. Segundo a PM, 2 mil pessoas participavam do ato, que pede moradia popular e auxílio em caso de reintegração de posse. A organização fala em 10 mil.

Em um carro de som, os líderes do movimento chamavam os participantes para gritos de guerra como "Quem não pode compor liga com a formiga não atiça o formigueiro". Havia críticas às políticas habitacionais do prefeito Fernando Haddad (PT) e do governado Geraldo Alckmin (PSDB).

Mais conteúdo sobre:
mtstmoradiaprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.