Passe Livre/Divulgação
Passe Livre/Divulgação

MPL faz protesto em bairros da periferia de SP nesta terça-feira

Cerca de 150 pessoas se reuniram em São Miguel Paulista, na zona leste; no Campo Limpo, na zona sul, 50 manifestantes caminharam do terminal de ônibus à estadão de metrô

Bruno Ribeiro; Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2015 | 19h57



SÃO PAULO - O Movimento Passe Livre (MPL) faz nesta terça-feira, 3, um protesto contra o aumento da tarifa de ônibus, metrô e trem em São Paulo. No dia 6, a passagem do transporte público passou de R$ 3 para R$ 3,50, o que motivou a onda de protestos de 2015.

Os protestos acontecem nesta terça em São Miguel Paulista, na zona leste, e no Campo Limpo, na zona sul. Na sexta-feira o MPL promete fazer uma manifestação no centro da cidade, denominada o "7º Grande Ato contra o aumento da tarifa", com início às 17 horas, na Prefeitura.

Nesta terça, cerca de 100 pessoas se reuniram em São Miguel Paulista, na zona leste, para protestar. Entre os manifestantes estavam líderes do MPL e do coletivo Território Livre. A concentração começou por volta das 16h30, na Praça do Forró. Os manifestantes chegaram a fechar a Marechal Tito. Havia cerca de 40 policiais no local, incluindo equipes da Força Tática. O protesto foi encerrado às 21 horas, na estação Itaim da CPTM. 

Já no Campo Limpo, na zona sul, a manifestação reuniu cerca de 50 manifestantes. Havia equipes de moto da PM acompanhando o grupo.O ato começou no Terminal Campo Limpo, às 18h30, com fanfarras e bandeiras. Os manifestantes caminharam em direção à estação Campo Limpo do Metrô e ocuparam uma faixa da Estrada do Campo Limpo, sentido metrô.


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.