MPL e metroviários anunciam protesto para o dia 14 em SP

Um grupo formado por mais de dez organizações, que inclui o Movimento Passe Livre e o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, anunciou um novo protesto para o dia 14. A manifestação tem como alvo a revelação da existência de cartel em licitações de trens e metrô em São Paulo e no Distrito Federal.

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

31 Julho 2013 | 02h04

Segundo organizadores, o trajeto será feito no centro, desde a sede da Secretaria Municipal de Transportes, na Rua Boa Vista, até o Tribunal de Contas do Estado, na Avenida Rangel Pestana.

Após reunião realizada anteontem, as entidades também decidiram apresentar, no dia 6, uma carta aberta à população com críticas que atingem o governador Geraldo Alckmin e a violência da Polícia Militar. No grupo estão ainda o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e sindicatos de metroviários.

Os organizadores dizem que o protesto será semelhante aos feitos em junho. "Esperamos que haja bastante retorno. Vamos ver se o pessoal ainda está com a faca nos dentes", diz Ciro Moraes, secretário do Sindicato dos Metroviários.

Mais conteúdo sobre:
protestoprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.