MPF de São Paulo denuncia 47 pessoas por tráfico internacional de drogas

Desse total, 32 foram presas em outubro deste ano e outros 15 estão foragidos

estadão.com.br,

19 Dezembro 2011 | 18h28

SÃO PAULO - O Ministério Público Federal de São Paulo denunciou 47 pessoas por tráfico internacional de drogas e/ou associação para o tráfico. Desse total, 32 foram presas na Operação Semilla, deflagrada pela Polícia Federal em 27 de outubro deste ano. Os outros 15 denunciados estão foragidos.

A quadrilha tinha contato direto com diversos fornecedores na Bolívia, onde a cocaína e a maconha eram adquiridas. A droga entrava no Brasil por via aérea, por meio de aviões particulares, que não chegavam a pousar em solo brasileiro. Os pacotes de cocaína e maconha eram arremessados em fazendas. Posteriormente, o entorpecente era colhido por integrantes do esquema e distribuído na região de São Paulo.

Ao longo da investigação - que durou 15 meses - foram efetuadas 29 apreensões de droga e uma apreensão de dinheiro proveniente do tráfico. Ao todo, 70 pessoas foram presas em flagrante e apreendidas 4,297 toneladas de cocaína, 5,210 toneladas de maconha, produtos químicos para o refino e diluição da droga, veículos, armas e um avião.

As penas pelo crime de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico podem passar de 30 anos para alguns dos acusados.

Mais conteúdo sobre:
Semilla tráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.