MP vai apurar se sindicato vazou informações

O Ministério Público Estadual vai apurar o suposto vazamento de informações, por parte do Sindicato da Habitação (Secovi), sobre a investigação que resultou na prisão da quadrilha do ISS. Escutas revelam que auditores foram informados da investigação pelo sindicato.

Bruno Ribeiro, Fabio Leite e Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2013 | 02h11

O promotor Roberto Bodini afirma que recebeu "alguns recados" de que o Secovi pretende procurar o MPE para comentar o assunto. O promotor pretende ouvir essas pessoas antes de decidir se algum representante de entidade poderá ser responsabilizado. "Fiz reunião com o Secovi e detalhei algumas coisas sobre a investigação. Posteriormente, há a gravação do Eduardo Barcellos (um dos acusados), procurando o Ronilson e dizendo que havia sido procurado pelo Secovi, que era para eles ficarem quietos de um lado que o Secovi ficaria quieto de outro", disse Bodini.

O Secovi afirmou em nota ser "inverídica" a informação sobre o envolvimento de diretores com Barcellos. Afirma que está colaborando com as investigações, mas reconhece que havia sido procurado pelo MP antes da operação que resultou na prisão dos fiscais.

Mais conteúdo sobre:
iss

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.