MP quer separar crianças em abrigos

INFÂNCIA E JUVENTUDE

, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2010 | 00h00

Após um ano de investigações e de colher relatos que incluem até estupros de crianças em abrigos da Prefeitura, o Ministério Público entrou com ação para impedir que menores de 12 anos em situação de risco fiquem com jovens tirados das ruas. Os Centros de Referência da Criança e do Adolescente recebem as crianças encaminhadas à rede de assistência social, mas não teriam estrutura para cuidar de todas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.