MP quer prisão de dono de R$ 1 mi em armas

O Ministério Público Estadual voltou a pedir a prisão do eletricista Marco Antônio Girão, dono de um arsenal de armas e munições avaliado em mais de R$ 1 milhão, que teve a prisão preventiva revogada pela Justiça no fim de semana. O armamento foi apreendido pela polícia em março na casa de Girão em Araçatuba, a 530 km de São Paulo. Ele foi flagrado com silenciadores e munições de artilharia antiaérea, de posse proibida. Girão também é acusado de liderar quadrilha que fazia ligações irregulares de energia.

O Estado de S.Paulo

12 de dezembro de 2012 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.