MP pede explicação à Prefeitura sobre prova da Indy na segunda-feira

Mudança para dia útil, em decorrência das chuvas, causou maior lentidão na cidade de São Paulo

Solange Spigliatti, Central de Notícias

03 Maio 2011 | 15h18

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo será convocada pelo Ministério Público (MP) do Estado para dar explicações sobre a prova de Fórmula Indy 300, realizada nesta segunda-feira, 3, na região do Anhembi, zona norte da capital. A corrida teve largada no domingo, mas acabou sendo paralisada e adiada para o dia seguinte devido ao mau tempo.

 

Além da Prefeitura, a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da Capital também vai convocar a organização da Fórmula Indy 300 sobre a realização da prova, que acabou provocando grande impacto no trânsito da Marginal do Tietê.

 

Os impactos decorrentes do evento da Fórmula Indy na capital vêm sendo apurados em inquérito civil instaurado no ano passado pela promotoria, segundo o MP. A cada prova, a promotoria exige da Prefeitura um relatório circunstanciado sobre as ocorrências, mas, desta vez, a realização da prova em um dia da semana, com maiores reflexos no trânsito, levou o promotor de Justiça Fernando Bolque, responsável pelo inquérito, a ouvir as partes envolvidas.

 

Da reunião com a Prefeitura e os organizadores, prevista para acontecer nos próximos dias, a promotoria poderá definir eventuais recomendações para as provas futuras da modalidade em São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
indympprefeituraspinquérito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.