MP instaura inquérito sobre engavetamento

A Promotoria de Justiça de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, instaurou ontem um inquérito civil para apurar as causas do engavetamento que ocorreu na Rodovia dos Imigrantes, há uma semana. O acidente deixou 1 morto e 29 feridos. Cento e um veículos foram registrados oficialmente nas unidades policiais como tendo sofrido danos.

O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2011 | 03h03

O Ministério Público solicitou informações à Ecovias, a concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, à Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e às Polícias Civil e Militar. O novo inquérito será conduzido em paralelo ao aberto pela Polícia Civil, na sexta-feira.

Neblina. Anteontem, conforme o Estado revelou, a Ecovias admitiu fechar a Imigrantes em caso de neblina forte que leve ao risco de acidentes. A concessionária nunca interditou a principal ligação entre a capital e o litoral. O bloqueio desviaria o fluxo de carros para a Via Anchieta.

Na segunda-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse aguardar apuração sobre o acidente. Para ele, a Ecovias precisa aperfeiçoar o monitoramento de neblina, assim como melhorar a Operação Comboio. A empresa informou que vai ampliar o monitoramento por viaturas e divulgar mais dados climáticos nos painéis eletrônicos da via. / MARCELA BOURROUL GONSALVES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.