MP entra com pedido para fechamento de Congonhas

Ação civil pública quer que o aeroporto permaneça sem operar até a conclusão das investigações

Fausto Macedo, Estadão

18 de julho de 2007 | 18h13

O Ministério Público entrou na tarde desta quarta-feira com uma ação civil pública pedindo o fechamento do Aeroporto de Congonhas até que as investigações sobre o acidente com o vôo 3054, da TAM, sejam concluídas. A Justiça Federal ainda não tomou uma decisão sobre o pedido.   Veja também: Lista das 186 vítimas do acidente O local do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas?  Os piores desastres aéreos do Brasil A cronologia dos acidentes em Congonhas Conheça o Airbus A320 Galeria de fotos Assista a vídeos feitos no local do acidente Conte o que você viu e o que você sabe   Os três procuradores criadores da ação, de 11 páginas, utilizam como argumento a temeridade de o aeroporto se manter em funcionamento após o ocorrido, que matou 186 pessoas. Eles citam, ainda, a incompetência dos órgãos publicos que gerem o aeroporto - a Infraero e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Tudo o que sabemos sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.