MP em Guarulhos denuncia ex-namorado e vigia pela morte da advogada Mércia

Mizael Bispo é acusado de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver; ele nega

Elvis Pereira, do Jornal da Tarde,

02 de agosto de 2010 | 17h15

SÃO PAULO - O Ministério Público em Guarulhos, na Grande São Paulo, denunciou à Justiça nesta segunda-feira, 2, o policial aposentado Mizael Bispo de Souza e o vigia Evandro Bezerra Silva pela morte da advogada Mércia Nakashima.

 

Mizael é acusado de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, enquanto Evandro é acusado de homicídio duplamente qualificado - o agravante a mais do policial aposentado é motivo torpe.

 

A promotoria afirma que Mizael já tem um histórico de agressão contra mulheres, e pediu 18 diligências, além da denúncia, para completar o processo. Além disso, foi solicitada que a prisão do policial seja convertida de temporária para preventiva.

 

A advogada foi morta após deixar a casa da avó, em Guarulhos, no dia 23 de maio. Seu corpo foi encontrado em uma represa de Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. Mizael nega todas as acusações.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Mércia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.