MP denuncia ex-secretário de Sorocaba por estupros

Januário Senna, preso desde o último dia 15, foi encontrado em motel com três adolescentes

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

28 de agosto de 2009 | 18h48

O Ministério Público de São Paulo protocolou na tarde desta sexta-feira, 28, denúncia contra Januário Rena, ex-secretário municipal de Administração de Sorocaba, preso em flagrante no último dia 15, em Itu, a 98 quilômetros da capital, dentro de um motel com três adolescentes com idades entre 14 e 15 anos.

 

Januário Rena, de 63 anos, foi denunciado por estupro, atentado violento ao pudor e por submissão de criança à prostituição ou à exploração sexual. Ele está preso na Penitenciária 2 de Sorocaba.

 

Além das três jovens que estavam com Renna no motel, outras seis menores que teriam sido vítimas do ex-secretário também foram ouvidas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). No dia 20 deste mês, a Justiça de São Paulo negou o pedido de relaxamento de prisão feita pela defesa do ex-secretário de Administração de Sorocaba.

Tudo o que sabemos sobre:
pedofiliaSorocabaJanuário Renna

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.