MP avalia instalação de usinas no Rio Pardo

O Ministério Público abriu inquérito civil para apurar possíveis impactos da instalação de três pequenas centrais hidrelétricas no Rio Pardo. De acordo com entidades ambientais, o represamento atingirá as cidades de Óleo, Bernardino de Campos e, principalmente, Águas de Santa Bárbara. Nesse município, poderão ser afetadas as corredeiras que formam cachoeiras, um dos principais pontos turísticos da cidade. Os projetos das pequenas hidrelétricas de Figueira Branca, Santana e Niágara tramitam nos órgãos de licenciamento ambiental do Estado de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.