Movimentos de sem-teto e contra a Copa fazem protestos nesta quinta-feira

MTST pretende bloquear seis grandes avenidas na capital; à tarde haverá manifestação de professores e contra o mundial

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

14 Maio 2014 | 21h36

SÃO PAULO - Esta quinta-feira, 15, será marcada por manifestações em São Paulo e o trânsito deve ficar complicado em todas as regiões da capital.

O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) pretende bloquear, pela manhã, seis grandes avenidas das zonas leste, sul e centro da capital. Os nomes das vias não foram divulgados. Os atos fazem parte da campanha "Copa Sem Povo, Tô na Rua de Novo", iniciada na semana passada com a invasão do prédio de três construtoras responsáveis por estádios da Copa. O movimento espera ainda mobilizar trabalhadores nas cidades de Brasília, Rio, Palmas, Curitiba e Belém.

Às 14h, professores da rede municipal farão um ato pela educação pública na cidade, além de reivindicar aumento salarial. Eles vão se concentrar na frente da Secretaria Municipal de Educação, na Vila Mariana, zona sul, e pretendem caminhar até a sede da Prefeitura, no Viaduto do Chá, no centro.

Já os integrantes do Comitê Popular da Copa organizaram um ato de repúdio ao Mundial, às 17h, na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista. A ideia, segundo os organizadores, é mobilizar ações em 50 cidades brasileiras e até em outros países. Na página do Facebook do "Dia Internacional de Lutas contra a Copa", 4,4 mil pessoas haviam aderido ao protesto até as 20h de ontem. Pelo menos oito capitais têm atos agendados.

Mais conteúdo sobre:
Manifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.