JF DIORIO/AE
JF DIORIO/AE

Movimento faz manifestação pela reabertura do Cine Belas Artes

Evento na região da Avenida Paulista conta com a presença do senador Suplicy

Cristiane Salgado - estadão.com.br,

17 Março 2012 | 00h02

SÃO PAULO - O Movimento Pelo Cine Belas Artes (MBA) promove um ato público neste sábado, 17, às 16h, pela reabertura do cinema, em frente ao prédio, na Rua da Consolação. Às 18h, partirá da Praça do Ciclista, uma Pedalada que vai circular pela Avenida Paulista e a Rua Augusta.

O Cine Belas Artes completa um ano de fechamento hoje. O evento ainda conta com a leitura de uma carta aberta destinada ao prefeito Gilberto Kassab e o Governador Geraldo Alckmin, solicitando medidas para a causa.

Segundo Alberto Gonçalves, integrante do Movimento, o senador Eduardo Suplicy e o urbanista e Professor da FAU-USP Nabil Bonduki confirmaram presença no ato público. A adesão ao manifesto pelo Cine Belas Artes conta com nomes como do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ex-vereadora Soninha Francine, cartunista Laerte, atriz Eva Wilma, cineasta Laís Bodanzky e urbanista Ricardo Ohtake.

A manifestação reivindica o tombamento do prédio, considerado Patrimônio Cultural de São Paulo, e que o governo atraia investimentos para reabertura do cinema. "O formato físico do cinema de rua favorece as interações na cidade, valoriza o espaço público", diz Alberto Gonçalves.

A causa tem apoio do movimento que está resgatando o Cine Paissandú, do Rio de Janeiro, fechado há três anos. Os empresários Léo Feijó e Rodrigo Pinto são os responsáveis pela revitalização do espaço, que será reaberto em julho deste ano e totalmente remodelado.

Fechamento. O cinema foi fechado após o dono do imóvel, Flávio Maluf, cobrar dos sócios um aluguel anual que superava R$ 1 milhão. Não havendo acordo, o estabelecimento fechou as portas.

No dia 19 de dezembro de 2011, a Justiça decidiu que o processo de tombamento do imóvel deveria ser reaberto e, por isso, o dono está proibido de reformá-lo ou alugá-lo.

O Cine Belas Artes, após 68 anos de funcionamento, teve sua última sessão há exato um ano, no dia 17 de março de 2010, exibindo clássicos do cinema mundial.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Belas Artescinemamanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.