Movimento começa a se intensificar nas estradas paulistas

CET estima que 1,6 milhão de veículos vão deixar a cidade; motorista deve evitar a estrada até às 22 horas

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

21 de dezembro de 2007 | 17h40

O movimento começava a ficar intenso nas principais rodovias paulistas no fim da tarde desta sexta-feira, 21, por conta do feriado prolongado de Natal. Porém até as 17h15 não havia registros de congestionamentos ou acidentes que atrapalhassem o tráfego, segundo as polícias rodoviárias Federal e Estadual e as concessionárias que administram as estradas.   Saída para o feriado complica o trânsito em SP O que abre e o que fecha no feriado de Natal    Ao vivo: Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral   De acordo com a Ecovias, empresa que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, que liga a capital ao litoral sul de São Paulo, entre 16 e 17 horas, 3.742 veículos utilizaram as duas rodovias rumo à Baixada Santista. Desde a meia-noite de quinta-feira, 20, quando a contagem para o feriado foi iniciada, cerca de 78 mil veículos desceram a serra.   A previsão da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) é de que 1,6 milhão de veículos deixem a cidade de São Paulo durante todo o feriado prolongado. A CET recomenda que os motoristas evitem viajar no período das 14 às 21 horas desta sexta. Já para o sábado, o recomendado é não utilizar as estradas entre 8 e 13 horas. Litoral   O sistema Anchieta-Imigrantes, sob concessão da Ecovias, deve receber entre 300 e 480 mil veículos até a quarta-feira, 26. A concessionária disponibilizará para os motoristas em direção à Baixada Santista as pistas sul das duas rodovias. Para o retorno à capital paulista, os motoristas devem usar as pistas norte da Anchieta e da Imigrantes.   Já o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Desenvolvimento Rodoviário (Dersa) estimam que cerca de 155 mil veículos devem utilizar a Rodovia Litorânea, 81 mil devem passar pela Tamoios e 60 mil deverão usar a Dom Pedro I. Na Mogi-Bertioga, a expectativa é de cerca de 51 mil veículos.   No sistema Ayrton Senna-Carvalho Pinto, cerca de 100 mil veículos devem circular entre os dias 21 e 25 de dezembro. Segundo o DER/Dersa, os motoristas devem evitar utilizar as rodovias nos períodos entre 12 e 23 horas de sexta-feira e entre 7 e 18 horas de sábado, quando o fluxo de veículos deve ser mais intenso.   Anhangüera-Bandeirantes   A AutoBan, concessionária que administra o sistema Anhangüera-Bandeirantes, estima de 800 mil veículos circulem nas duas rodovias durante feriado prolongado do Natal. A AutoBAn informa que os horários mais complicados devem ser entre 16 e 21 horas da sexta-feira e das 8 às 13 horas do sábado. No retorno à capital paulista, os motoristas devem evitar trafegar das 16 às 23 horas de terça-feira e entre 7 e 13 horas de quarta.   Nas rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, a concessionária ViaOeste estima que cerca de 490 mil veículos passem pelas rodovias de sexta a terça-feira. A concessionária implantará a Operação Natal a meia-noite de sexta e se estenderá até terça. Os horários previstos de pico são entre 17 e 23 horas de sexta e das 6 às 13 horas do sábado.   A concessionária NovaDutra, que administra a rodovia Presidente Dutra, estima que 240 mil veículos saiam de São Paulo e outros 150 mil deixem a capital fluminense. A concessionária irá paralisar todas as obras que possam ocasionar interdição de pistas da rodovia. Segundo a NovaDutra, a interrupção terá início no dia 20 de dezembro e permanecerá durante as festas de Natal.   A concessionária recomenda que os motoristas evitem trafegar das 16 às 20 horas de sexta, e entre 10 e 14 horas de sábado. No retorno, o fluxo deve ser mais intenso entre 16 e 20 horas de terça-feira, e das 6 às 9 horas de quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.