Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Motos na expressa: a cada 15 segundos, uma infração

Por não render multas nos primeiros dias, muitos motociclistas desrespeitaram a proibição na pista expressa da Marginal do Tietê, ontem, primeiro dia da regra. A reportagem do Estado contou o fluxo de motos no sentido Ayrton Senna na tarde de ontem, entre as 15h e 16h. Em média, uma moto passava pela pista a cada 15 segundos.

Renato Machado e Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2010 | 00h00

Das 1.287 motocicletas que passaram pela pista em uma hora, 246 percorriam a pista expressa. Isso significa que 19,1% dos motociclistas ignoraram a nova regra e preferiram trafegar pelas pistas mais rápidas - a velocidade máxima para veículos leves na expressa é de 90 km/h, contra 70 km/h na outras duas.

A pista preferida pelos motociclistas, no entanto, foi a intermediária, com 564 motos (43,8% do total). Em segundo lugar ficou a local - lá, foram contabilizadas 477 (37,1%).

O objetivo da restrição do tráfego de motos nas faixas expressas é diminuir o número de mortes de motociclistas na via. A Marginal do Tietê registra o maior número de acidentes fatais em São Paulo.

No entanto, especialistas acreditam que a adesão às novas regras só deverá acontecer mesmo quando for iniciada a cobrança de multa - marcada para o dia 15. Até lá, a restrição será educativa e ninguém será autuado.

Fiscalização. O secretário Marcelo Cardinale Branco informou que vai contratar seis radares em forma de pistola para a fiscalização. Passado o período de adaptação, quem circular nas faixas expressas será multado em R$ 85,12 e receberá quatro pontos na carteira.

Dos 350 mil veículos que trafegam diariamente na Marginal do Tietê, cerca de 45 mil são motos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.