Motoristas e cobradores de ônibus terão uniforme padronizado em SP

Decreto publicado pelo prefeito Fernando Haddad determina que regras devem ser estabelecidas em até dois meses

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

09 Maio 2014 | 11h48

SÃO PAULO - Os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo terão os uniformes padronizados. É o que estabelece um decreto publicado nesta sexta-feira, 9, pelo prefeito Fernando Haddad (PT) no Diário Oficial da Cidade. Essa direetriz já havia sido determinada por meio de uma lei editada em dezembro.

A regra valerá tanto para as empresas quanto para as concessionárias do sistema de transportes e, segundo o texto, não poderá trazer nenhum ônus para os empregados. Atualmente, nem todos os prestadores do serviço trabalham de uniforme. Essa realidade é mais comum nas cooperativas.

Segundo o decreto, "para a padronização do vestuário, fica designada a Secretaria Municipal de Transportes que, para tal finalidade, atuará em conjunto com os representantes dos trabalhadores, bem como com os concessionários e ermissionários do Serviço de Transporte Coletivo Público de Passageiros".

A pasta terá dois meses para definir as regras para o uso dos uniformes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.