Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Motoristas de vans escolares fazem protesto por aumento em SP

Perueiros estão na sede da Prefeitura, no centro da cidade; Secretaria Municipal de Educação afirma ter dado reajuste em maio deste ano

Gabriela Vieira, Agência Estado

22 de agosto de 2013 | 09h18

Atualizado às 11h24

SÃO PAULO - Motoristas do Transporte Escolar Gratuito (TEG) de São Paulo fazem um protesto pelas ruas da cidade na manhã desta quinta-feira, 22. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os perueiros saíram em carreata de três pontos da capital em direção à sede da Prefeitura, no Viaduto do Chá, no centro. Eles chegaram ao local às 10h42 e, desde então, bloqueiam o viaduto nos dois sentidos na altura da Rua Líbero Badaró.

Os manifestantes se concentraram na Praça Campo de Bagatelle, ocupando faixas da Avenida Santos Dumont, na zona norte. Na região sul da cidade, os manifestantes saíram da Avenida Interlagos, passando pela Washington Luís e 23 de Maio. A Radial Leste foi a terceira via ocupada pelos motoristas de vans, onde o protesto provocou 6,6 km de lentidão, segundo a CET.

Às 8h30, os manifestantes que partiram da zona norte da cidade já estavam na região da Prefeitura. Os motoristas pedem reajuste salarial, com o aumento do valor recebido por criança transportada. A categoria alega defasagem e diz que está sem aumento há oito anos.

Em nota divulgada pela Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura informou que concedeu reajuste médio de 15% em maio deste ano. O município disse ainda que mantém "intenso diálogo com as empresas, cooperativas e profissionais autônomos contratados para o Transporte Escolar Gratuito de estudantes" e que trabalha em uma proposta de reorganização do serviço já para 2014.

Segundo informações da pasta, o TEG é responsável pelo transporte de cerca de 71 mil crianças diariamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.