Motorista suspeito de bater em publicitária nega agressão

Ele foi ouvido na delegacia nesta quarta-feira; Jessica Otte teria sido agredida após discussão no trânsito

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2013 | 21h07

O motorista suspeito de dar um soco e vários empurrões no último sábado na publicitária Jessica Otte, de 24 anos, negou a agressão na tarde desta quarta-feira, 27. Ele foi identificado e localizado durante a manhã e, mais tarde, ouvido no 15° DP pela delegada Lygia Dulce Gianotti Pimentel.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o suspeito negou que tenha dado um soco em Jessica - ele afirmou que apenas a empurrou. O nome do motorista não foi divulgado. No sábado, a publicitária teria sido agredida com um soco no fim da tarde porque, de acordo com ela, não avançou com o carro logo que o sinal abriu na rua Groenlândia, nos Jardins, zona oeste de São Paulo. Ela estava acompanhada da mulher, Amanda Carbone, de 28 anos.

Na esquina da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, o homem teria se aproximado com o veículo, uma caminhonete Toyota Hilux, e dado pancadas no Fiesta. Quando Jessica saiu do carro para fotografar a batida, o motorista se aproximou e teria batido no rosto dela, além de empurrá-la. Outro carro parou por perto, de onde saiu a mulher do homem, que também a teria empurrado. Jessica ficou com o olho roxo e vários arranhões pelo corpo.

A delegada solicitou imagens das câmeras de segurança de um estabelecimento comercial próximo ao local onde ocorreu a confusão, na rua Groenlândia, para confirmar as informações. Foi instaurado um inquérito policial de lesão corporal dolosa, injúria e danos.

Mais conteúdo sobre:
agressãotrânsitoJardins

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.