Motorista passa 5 dias nas ferragens

Ele sobreviveu a acidente em ribanceira no Paraná comendo laranjas; como local é de mata fechada, ninguém conseguia ver o caminhão

JULIO CESAR LIMA / CURITIBA , ESPECIAL PARA O ESTADO , O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2012 | 03h02

O motorista Renato Varela de Oliveira, 43 anos, sobreviveu a um acidente com seu caminhão após ficar cinco dias preso entre as ferragens, alimentando-se das laranjas que faziam parte da carga que transportava. Ele foi encontrado por familiares e amigos e levado na noite de anteontem para o Hospital Carolina Lupion, em Jaguariaíva, na região central do Paraná, onde permanece internado.

O acidente aconteceu em uma ribanceira de 12 metros à margem da rodovia PR-151. Por ser uma área de difícil acesso, o caminhão ficou escondido no barranco e não podia ser visto da estrada. Segundo a imprensa local, o caminhoneiro não foi encontrado pela polícia e acabou localizado apenas quando um grupo de amigos e o pai de Renato, Arvelino Varela, fizeram uma busca por conta própria.

Eles refizeram o trajeto de São Paulo até São Sebastião do Caí (RS), onde mora a família e para onde ele havia feito a última ligação, na noite de sábado da semana passada.

Durante a busca, eles descobriram que o caminhão havia sido visto pela última vez no posto de pedágio de Jaguariaíva (PR), a 236 km de Curitiba. Por volta das 17 horas da quinta-feira, Renato foi finalmente encontrado, preso pelas pernas nas ferragens e ainda consciente.

Segundo o soldado Odivaldo Alves Júnior, que trabalha no posto de Jaguariaíva da Polícia Rodoviária Estadual, Renato estava com choques traumáticos quando foi encontrado. "Ele ficou muito tempo imobilizado e por isso ainda permanecerá no hospital até a recuperação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.