Motorista morre após Lamborghini pegar fogo em Lençóis Paulista (SP)

Carro do empresário Fábio Aguiar Fasano Meirelles, de 30 anos, pegou fogo ao bater no guardrail da SP-300

Chico Siqueira - Especial para o Estado de S.Paulo,

03 Outubro 2012 | 18h31

BAURU - O empresário Fábio Aguiar Fasano Meirelles, de 30 anos, morador em Bauru, no interior de São Paulo, morreu carbonizado depois que seu carro, uma Lamborghini Gallardo, pegou fogo ao bater no guardrail da rodovia Marechal Rondon (SP-300), na altura do km 299, na entrada da cidade de Lençóis Paulista. Segundo a Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu às 23h15 desta terça-feira, 2.

Testemunhas disseram à polícia que o veículo estava em alta velocidade, bem acima de 200 km/h, quando ouviram o barulho de forte explosão --possivelmente de um pneu estourando. O motorista teria, então, perdido o controle do carro, que bateu na proteção e pegou fogo.

O corpo de Meirelles está sendo velado no Centro Velatório Terra Branca e seria enterrado na tarde desta quarta-feira, em Bauru.

O veículo de ano de fabricação de 2009, e que atingia a velocidade de 325 km/h, foi colocado à venda há cerca de 3 meses, ao preço de R$ 900 mil. No anúncio na internet consta que o veículo estava em Bauru para regulagem de suspensão. Um laudo da perícia, que sai em 30 dias, vai apontar as causas do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.