Motorista havia brigado com a namorada, diz cunhada

Vídeo mostra que o carro parou no acostamento e fez uma manobra, antes de seguir na contramão

estadao.com.br,

18 de fevereiro de 2008 | 17h18

A cunhada de Kleber Plens, rapaz que andou mais de 4 quilômetros na contramão na Rodovia Castelo Branco, em São Paulo, e morreu após bater de frente com um caminhão, Maria Isabel Seawright afirmou, nesta segunda-feira, que uma briga com a namorada pode ter provocado a reação de Plens.   Veja também: Veja o vídeo da ViaOeste Em Portugal, jovem matou quatro na contramão     Plens foi enterrado na manhã desta segunda-feira, 18, no Cemitério Municipal de Parapanema. Imagens do sistema de câmeras da ViaOeste, concessionária que administra a rodovia, flagraram o homem andando aproximadamente 4 quilômetros na contramão, antes de bater a Parati que dirigia num caminhão Volvo 380. O acidente aconteceu às 6h50 de domingo, no km 25 da Castelo, altura de Barueri, no sentido capital. A Polícia Civil abriu investigação para descobrir por que Plens dirigia na contramão. O condutor da carreta não sofreu ferimentos.   O vídeo divulgado pela concessionária mostra que o motorista do carro parou no acostamento e fez uma manobra, antes de cruzar a via na contramão. Segundo informações policiais, o vídeo deverá ser requisitado durante o inquérito. O vídeo também mostra que o motorista da carreta ainda tentou desviar do carro de Plens, mas não teve tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.