Motorista enfrenta calor e lentidão nas estradas de SP

Na descida à Baixada Santista pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, o congestionamento soma 44 quilômetros

Simone Menocchi, de O Estado de S. Paulo, e Amanda Valeri, da AE,

29 de dezembro de 2007 | 12h05

O motorista enfrenta calor e muito congestionamento nas rodovias que cruzam o Estado de São Paulo neste sábado, 29. Na descida à Baixada Santista pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, o trânsito pára ainda em São Paulo, na Avenida dos Bandeirantes, e continua por 44 quilômetros nas estradas. Na capital, os termômetros marcavam 37ºC.   Veja também: Ao vivo: sistema Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: sistema Anchieta-Imigrantes  Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral   Segundo a Ecovias, concessionária que administra o sistema, não há acidentes nem qualquer outro motivo que justifique esse congestionamento e os trechos de lentidão, a não ser o de excesso de veículos. O sistema está funcionando em 7 X 3, ou seja, a descida é feita pelas três pistas da Imigrantes Sul e pelas quatro correspondentes à Anchieta Sul e Norte.   Na rodovia Cônego Domenico Rangoni (sentido Guarujá), um acidente na pista leste envolveu três carretas e um carro e deixou duas vítimas graves. O problema acabou se refletindo no trânsito de quem descia pela via Anchieta.  Até as 12h, os números registrados eram de 37 quilômetros de lentidão na Imigrantes e 7 na Anchieta. A pista Norte da Imigrantes está reservada para a subida.   Na rodovia Padre Manoel da Nóbrega, o tráfego permanecia lento entres quilômetros 276 e 292, onde a Ecovias implantou a operação litoral Sul, invertendo o sentido de direção de uma faixa da pista leste, fazendo-a operar em direção à Praia Grande. Na pista leste da Cônego Domênico Rangoni havia lentidão do quilômetro 270 ao 266.   No litoral norte, as estradas e ruas de acesso ao centro de São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba estiveram congestionadas durante toda a manhã. Os turistas não paravam de chegar pelas rodovias Tamoios (SP99) e Oswaldo Cruz (SP125), que registravam tráfego bastante intenso.   Pequenos acidentes e carros quebrados provocaram lentidão em alguns trechos da Tamoios e a Polícia Rodoviária realizou operações Pare e Siga nos quilômetros 18 e 28 para amenizar o tráfego.   Por volta das 10 horas, o percurso entre o centro de São Sebastião e a praia de Guaecá, de cerca de 8 quilômetros, demorava cerca de uma hora. Em dias normais este trajeto é feito em 15 minutos. O mesmo tempo era preciso para se chegar do centro de Ubatuba até a praia das Toninhas, por exemplo, uma das mais freqüentadas do município.   Ao contrário de dois dias atrás não havia fila na travessia da balsa entre São Sebastião e Ilhabela. A passagem estava tranqüila e os carros embarcavam em menos de quinze minutos.   Régis   A Rodovia Régis Bittencourt continuava interditada e só deveria ser liberada após as 13 horas, segundo informações da Polícia Federal Rodoviária. No início da madrugada, uma carreta que transportava produtos químicos tombou na pista na altura do quilômetro 548, no sentido Paraná, e ocupou três faixas da via, restando apenas uma para o tráfego.   Às 10h30, a PFR informou que todas as faixas estavam interditadas para fazer a remoção do veículo e fazer a limpeza. O acidente não teve vítimas, mas os policias encontram dificuldades para retirar a carreta tombada e transferir o produto transportado para outra carreta da mesma companhia. Segundo a Polícia Federal, o congestionamento já passa dos 25 quilômetros e a situação deve piorar nas próximas horas.   O sistema Anhangüera-Bandeirantes tem movimento tranqüilo sem pontos de lentidão, segundo a AutoBan. A ViaOeste informou que as rodovias Castello Branco e Raposo Tavares apresentam tráfego normal, com boa visibilidade.   Na Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, o motorista encontra tráfego livre. Mais cedo, o engavetamento de um caminhão, um ônibus e uma carreta, na altura do quilômetro 154, deixou 20 feridos, segundo o Corpo de Bombeiros da cidade. Desses apenas dois se encontram em estado moderado, enquanto os demais sofreram apenas ferimentos leves.

Tudo o que sabemos sobre:
Trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.