Motorista enfrenta 40 km de lentidão para chegar ao litoral

Congestionamento começa já em São Paulo, na Avenida dos Bandeirantes, e vai até a rodovia dos Imigrantes

Oswaldo Faustino, do estadao.com.br,

29 de dezembro de 2007 | 09h15

O motorista que viaja à Baixada Santista neste sábado, 29, enfrenta mais de 40 quilômetros de congestionamento, que começam ainda em São Paulo, na Avenida dos Bandeirantes, e continuam ao longo da Rodovia dos Imigrantes, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).  Veja também:Ao vivo: sistema Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: sistema Anchieta-Imigrantes Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral  Segundo a Ecovias, concessionária que administra o sistema, não há acidentes nem qualquer outro motivo que justifique esse congestionamento e os trechos de lentidão, a não ser o de excesso de veículos.  O sistema está funcionando em 7 X 3, ou seja, a descida é feita pelas 3 pistas da Imigrantes Sul e pelas Qua correspondentes à Ancheta Sul e Norte. Até as 8h30, os números registrados eram de 23 quilômetros de lentidão na Imigrantes e 8 na Anchieta. A pista Norte da Imigrantes está reservada para a subida. Já na Baixada, na altura de Cubatão, o tráfego continua intenso tanto pela Rodovia Manoel da Nóbrega que leva às praias do litoral sul paulista quanto nos sentidos de Santos e do Guarujá. Régis O tombamento de uma carreta que transportava produtos químicos, no início da madrugada, provocou um congestionamento de mais de 20 quilômetros na Rodovia Régis Bittencourt, no sentido do Paraná. Segundo a Polícia Rodoviária Federal a carreta tombada ocupava três faixas da pista na altura do km 548, restando apenas uma para o tráfego. Isso obrigou os policiais a organizar o fluxo, ora num sentido ora no outro, para desafogar o duplo congestionamento.  Apesar de não ter vítimas, o acidente provocou muitos contratempos aos viajantes, tanto os que vão para o sul do país quanto aos que vêm para a capital paulista, por conta da dificuldade para a retirar da carreta tombada e transferir o produto transportado para outra carreta da mesma companhia. Na Rodovia Presidente Dutra, entre Rio de Janeiro e São Paulo, o engavetamento de um caminhão, um ônibus e uma carreta, na altura do quilômetro 154, deixou 20 feridos, segundo o Corpo de Bombeiros da cidade. Desses apenas dois se encontram em estado moderado, enquanto os demais sofreram apenas ferimentos leves. Nos Sistemas Anhangüera-Bandeirantes e no Raposo Tavares-Castelo Branco, o tráfego é normal.

Tudo o que sabemos sobre:
Trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.