Reprodução
Reprodução

Tentativa de assalto termina com suspeito atropelado

A Polícia Civil iniciou investigação para descobrir autoria da abordagem contra o motorista; dois suspeitos foram ouvidos

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2015 | 16h53

SÃO PAULO - A Polícia Civil investiga uma tentativa de assalto filmada por um cinegrafista amador na região de Heliópolis, na zona sul da capital, que terminou com um suspeito atropelado. No vídeo, três ladrões armados tentam surpreender um carro em movimento, o motorista reage ao assalto, atropela um dos suspeitos e frustra a investida dos criminosos.

Os bandidos tentaram assaltar o motorista na Rodovia Anchieta, em um viaduto que dá acesso a Rua das Juntas Provisórias. Segundo informações preliminares da investigação, o caso aconteceu na última sexta-feira, 11, durante a madrugada, quando o trânsito estava livre na via.

As imagens flagram os três criminosos pulando a mureta do viaduto. Eles apontam as armas e gritam para a vítima parar o carro. O motorista, no entanto, reage, pisa no acelerador e atropela um dos assaltantes, que é arremessado na via. O vídeo ainda mostra que o bandido atropelado e os dois comparsas conseguem fugir a pé. 

Os policiais fazem diligência para tentar identificar quem são os assaltantes. De acordo com o delegado Carlos César Rodrigues, titular do 95.ª Distrito Policial (Heliópolis), que responde pela área do crime, não há vestígios de sangue no local e nenhuma pessoa com ferimentos de atropelamento deu entrada em hospitais da região.

"Estamos fazendo diligências mas, até o momento, há poucos elementos para a investigação", afirma Rodrigues. No vídeo, não é possível ver a placa do automóvel e nenhum boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado nas delegacias da capital.

Estratégia. Para tentar encontrar os assaltantes, a Polícia Civil faz averiguação de suspeitos na região de Heliópolis. Duas pessoas já foram ouvidas, mas os policiais praticamente descartam a participação delas no crime. Com os suspeitos, os investigadores encontraram cartões de crédito e documentos pertencentes a outras pessoas, além de uma pequena quantidade de droga.

O delegado também afirma que o motorista é vítima do caso e não será indiciado por tentativa de homicídio. "A pessoa tem o direito de se defender e rechaçar uma agressão injusta. As imagens mostram claramente que se trata de um assalto e o motorista agiu em legítima defesa", diz.

Tudo o que sabemos sobre:
ViolênciaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.