Motorista é multado por tirar a mão do volante para por bala na boca

No espaço da multa reservado às observações, o policial escreveu: 'dirigindo comendo drops menta'; motorista vai entrar com recurso

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

06 Janeiro 2015 | 21h40

SOROCABA - Um motorista foi multado na segunda-feira, 5, na rodovia José Ermírio de Moraes (Castelinho), em Sorocaba, por dirigir chupando uma bala de menta. O homem, um empresário de 32 anos que pediu para não ser identificado, estava ao volante de um Porsche quando foi ultrapassado por uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual e recebeu sinal de parada. Segundo contou à TVTem, o policial o advertiu por ter tirado a mão do volante para levar à boca um drops.

O motorista perguntou se receberia uma multa por isso e o policial assentiu. Ele então pediu que a suposta infração constasse da multa. Na autuação entregue ao motorista, o policial citou o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro que considera infração dirigir com apenas uma das mãos ao volante. No espaço reservado às observações, o policial grafou: "Dirigindo comendo drops menta". Segundo ele, antes de aplicar a infração, o policial conferiu os documentos, os pneus, as placas e o extintor de incêndio do veículo. Como encontrou tudo em ordem, teria encontrado na guloseima o motivo para a multa.

O motorista informou que vai entrar com recurso. Ele acredita que houve exagero na autuação e que foi multado apenas porque dirigia um carro de luxo. O comando da Polícia Rodoviária Estadual informou que o ato praticado pelo motorista configura infração. O artigo 252 do CTB, no inciso V, considera infração média "dirigir com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo."

Mais conteúdo sobre:
Sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.