Motorista é condenado por acidente que matou 10 pessoas no interior de SP

Para Justiça, homem foi imprudente ao avançar sobre trilhos de trem em cruzamento em Americana

Ítalo Reis, do estadão.com.br,

09 Março 2012 | 19h47

SÃO PAULO - Um motorista foi condenado a seis anos e nove meses de prisão por provocar um acidente que matou 10 pessoas e feriu outras 17 em Americana, no interior de São Paulo, em setembro de 2010. Alonso de Carvalho, de 53 anos, a princípio foi condenado a regime semiaberto e poderá cumprir a pena em prestação de serviços à comunidade. Cabe recurso da decisão.

De acordo com a denúncia, Carvalho avançou sobre os trilhos do trem num cruzamento de Americana, provocando a colisão do ônibus contra uma composição que passava pelo local. A defesa do motorista alegou que os sinais sonoros e visuais dispararam quando o ônibus já estava sobre os trilhos.

Segundo a decisão do juiz André Carlos de Oliveira, da 1ª Vara Criminal da cidade, o motorista foi imprudente ao avançar sobre os trilhos, ignorando as sinalizações e a legislação que aponta a preferência de passagem a veículos sobre trilhos.

Na sentença, o magistrado também cassou a carteira nacional de habilitação de Carvalho, impedindo-o de dirigir por dois anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.