Motorista dirige 4 quilômetros na contramão, bate o carro e morre na Anhanguera

Segundo a polícia, ele passou direto pelo pedágio de São Simão e quebrou a cancela

Solange Spigliatti , estadão.com.br

12 de setembro de 2011 | 11h52

SÃO PAULO - Lauro César Ferraz Barbosa, de 32 anos, morreu na manhã desta segunda-feira, 12, depois de dirigir por cerca de quatro quilômetros na contramão, na Rodovia Anhanguera, na região de Cravinhos, interior de São Paulo.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista bateu em uma defensa de concreto no canteiro central da rodovia, no km 285. Antes de dirigir na contramão por quatro quilômetros, Barbosa passou direto pelo pedágio de São Simão, quebrando inclusive a cancela do local. A polícia ainda não sabe o motivo para que o motorista estivesse na contramão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.