Motorista deve evitar saída para o feriado a partir das 14 horas

CET estima que até 1,2 milhão de veículos saiam da cidade no feriado de Nossa Senha Aparecida

Amanda Valeri, da Agência Estado,

11 de outubro de 2007 | 07h36

Com o feriado prolongado de sexta-feira, 12, dia de Nossa Senhora Aparecida, aproximadamente 2 milhões de veículos devem passar pelas rodovias do Estado de São Paulo. Segundo estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), 1,2 milhão de veículos devem deixar a capital paulista. A recomendação é para que os motoristas evitem pegar a estrada das 14 horas às 22 horas desta quinta-feira, 11.   Veja também: O que abre e o que fecha no feriado de 12 de outubro em SP  Trânsito bom na capital na manhã desta véspera de feriado Litoral deve ter chuva e capital tem máxima de 34º no feriado Sabesp alerta para possível racionamento de água no litoral   O horário de pico também se estende das 8 horas às 13 horas de sexta-feira, 12. Para o retorno do feriado prolongado, a CET espera maior movimento das 14 horas às 22 horas de domingo e das 8 horas às 13 horas da segunda-feira, 15.   Litoral   A Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, estima que até 330 mil veículos utilizem as rodovias para descer a serra em direção à Baixada Santista. A partir das 15 horas desta quinta, a Ecovias dá início à Operação Decida, com sete faixas para descida o litoral e três para subida. operação será mantida até às 18 horas da sexta-feira, 12.   O retorno à capital paulista deve se intensificar a partir do sábado, 13. Neste dia, a partir das 18 horas até a 1 hora de domingo, a Ecovias implantará a Operação Subida, com oito faixas para o retorno à São Paulo e duas para descida ao litoral. Este sistema será implantado novamente a partir das 13 horas de domingo e se estenderá até a madrugada de segunda-feira, 15.     Interior   As estradas que ligam a capital ao interior do Estado também devem registrar movimento intenso neste feriado. A AutoBan espera 550 mil veículos circulando pelo Sistema Anhangüera-Bandeirantes, entre a zero hora de quinta-feira até a meia noite de domingo. A concessionária estima que o horário de pico no sistema, no sentido interior, deverá ser entre as 16 horas e 20 horas na quinta-feira e das 9 horas às 12 horas na sexta-feira. O retorno à capital deve ter maior concentração de veículos entre as 16 horas e 21 horas de domingo.     O Sistema Castelo Branco-Raposo Tavares estima que 435 mil veículos circulem nos dois sentidos das rodovias. De acordo com a ViaOeste, que administra o sistema, também implantará a operação "papa-fila" para evitar congestionamento nas praças de pedágio.   O movimento nas duas estradas deve ser intenso das 17 horas até às 23 horas na quinta-feira, sentido interior. Na sexta-feira, os motoristas devem evitar o sistema entre as 6 horas e 13 horas. Para o retorno à capital paulista, a ViaOeste afirma que o horário de pico deverá ser entre as 14 horas e 23 horas do domingo, 14.   Rio de Janeiro   Na Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, a expectativa é de que o maior movimento seja entre as 16 horas e 20 horas na quinta-feira e das 8 horas às 14 horas na sexta-feira. Na saída de São Paulo, a concessionária NovaDutra estima que 7.500 veículos devem passar por hora entre 16 horas e 20 horas na véspera do feriado. Na sexta-feira, o número é um pouco menor: a previsão é de que 4.500 veículos devem trafegar entre as 8 horas e 14 horas.   Já na saída da capital fluminense, a concessionária estima que 5.500 veículos devem circular pela rodovia por hora na quinta-feira das 16 horas às 20 horas e, no sábado, são aguardados 3.500 veículos entre 7 horas e 10 horas. A rodovia espera que cerca de 84 mil veículos devem deixar o Rio de Janeiro e 130 mil veículos a capital paulista. Para o retorno à São Paulo, a NovaDutra estima que 6.500 veículos circulem por hora no domingo, das 16 horas às 20 horas. O movimento deve ser ainda mais intenso na segunda-feira, entre as 6 horas às 9 horas, quando a previsão é de 9.500 veículos por hora pela rodovia. A volta para a capital fluminense deve ser evitada das 16 horas às 20 horas de domingo e das 6 horas às 9 horas de segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.