Reprodução
Reprodução

Bombeiros acham corpo de motorista desaparecido em cratera em Assis

Engolido pelo buraco, veículo foi encontrado completamente destruído a cinco quilômetros do local do acidente

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

05 Janeiro 2017 | 12h35
Atualizado 05 Janeiro 2017 | 13h16

SOROCABA - O Corpo de Bombeiros de Assis, no interior de São Paulo, encontrou no início da tarde desta quinta-feira, 5, o corpo do motorista José Misael Gomes, de 63 anos, que teve o carro engolido por uma cratera causada pela chuva, na quarta-feira, 4, quando trafegava por uma avenida da cidade. O corpo foi achado no Córrego do Jacu, a oito quilômetros do local do acidente, já no município de Cândido Mota.

Gomes seguia do trabalho, em Assis, para a cidade vizinha, onde morava, quando o asfalto cedeu, abrindo uma vala de seis metros de profundidade nas duas pistas da Avenida Otto Ribeiro, uma das principais da cidade. De acordo com a Defesa Civil, a tubulação existente no local onde passa o córrego não aguentou a pressão da água. A via permanece interditada. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Assis.

O temporal espalhou destruição pela cidade. O teto de um mercado desabou na Avenida Nove de Julho. Várias árvores caíram, interditando ruas. Um ônibus ficou ilhado no túnel da Rua André Perini e os passageiros foram resgatados pelos bombeiros. O terminal rodoviário ficou alagado. Um trecho da Rodovia Raposo Tavares, que corta a área urbana, ficou coberto pelas águas e ao menos dois carros foram levados pela enxurrada, mas os ocupantes foram resgatados.

Mais conteúdo sobre:
Assis Corpo de Bombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.