Motorista de ônibus fica ferido em tentativa de assalto na USP

Vítima levou uma coronhada; ladrões chegaram a atirar 4 vezes, mas não atingiram ninguém

Fabiana Cambricoli e Fabio Leite,

05 Dezembro 2013 | 23h02

Um motorista de ônibus ficou ferido durante uma tentativa de assalto no câmpus da Universidade de São Paulo (USP), no Butantã, na zona oeste de São Paulo, na noite de hoje, 5. Ele levou uma coronhada e foi levado ao Hospital Universitário. Não há informações sobre seu estado de saúde.

Segundo informações da Guarda Universitária, dois jovens armados entraram no coletivo por volta das 21h, na Avenida Professor Almeida Prado, dentro da Cidade Universitária, e pediram que o motorista parasse o ônibus cerca de 200 metros à frente, no acesso do campus à favela São Remo. Outros dois homens, também armados, ficaram do lado de fora.

Ainda segundo a Guarda, ao perceber que seria alvo de um assalto, o motorista reagiu, se recusou a parar o coletivo no ponto indicado pelos assaltantes e lutou com os assaltantes. Os ladrões, então, agrediram o motorista com uma coronhada e dispararam quatro vezes, sem atingir ninguém. Com os tiros, passageiros saíram correndo do ônibus e os bandidos acabaram fugindo para dentro da favela.

A Polícia Militar foi chamada ao local, mas ninguém foi preso. Segundo a Guarda Universitária, nada foi roubado.

Mais conteúdo sobre:
USPCidade UniversitáriaCrime

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.